O nosso cliente, que se encontrava a construir uma moradia com cerca de 800m2, pretendia instalação de um sistema misto a lenha e gasóleo. Tendo em conta o aumento de preço deste tipo de combustível, sugerimos a instalação de um sistema a pellets. Apesar de ser uma boa solução para o cliente implicava um investimento inicial mais elevado. Para garantir a sustentabilidade da decisão realizámos um estudo económico, que previa a diferença de consumo de ambos os sistemas. Assim se percebeu que esta opção teria um grande retorno do investimento a curto prazo, estimado em 2 anos. A decisão recaíu para um sistema a biomassa, com fonte de calor de caldeira a lenha em paralelo com caldeira a pellets, cada uma com 65 KW de potência. Para dissipador de calor instalámos radiadores de parede e para produção de águas sanitárias um sistema solar térmico. Incluímos na moradia pré-instalação de ar condicionado e ficou previsto uma ligação para aquecimento da piscina exterior na instalação das caldeiras.

Executado numa única Fase.